quarta-feira, 23 de agosto de 2017

Posto do Bradesco é alvo de arrombamento na Zona da Mata

Ação em Chã de Alegria aconteceu entre 3h30 e 4h / Foto: Cortesia
Ação em Chã de Alegria aconteceu entre 3h30 e 4h
Foto: Cortesia
JC Online

Um posto de atendimento do Bradesco foi alvo de uma tentativa de arrombamento na cidade de Chã de Alegria, na Zona da Mata Norte do Estado, nesta quarta-feira (23). De acordo com o 21º Batalhão de Polícia Militar, cerca de oito suspeitos tentaram arrombar um caixa eletrônico utilizando um maçarico, entre 3h30 e 4h.

REFLEXÃO DO DIA

Ex-prefeito e ex-secretário de Gravatá terão que devolver 456 mil aos cofres públicos, diz TCE

Primeira Câmara do TCE, decidiu aplicar um débito, de forma solidária ao ex-prefeito Bruno Martiniano Lins e ao ex-secretário de Infraestrutura e Serviços de Gravatá, Marcus Tulius de Barros Souza.

Por G1 Caruaru
 
Bruno Martiniano, ex-prefeito de Gravatá (Foto: Alex Brassan/Amupe)Bruno Martiniano, ex-prefeito de Gravatá (Foto: Alex Brassan/Amupe)
Bruno Martiniano, ex-prefeito de Gravatá (Foto: Alex Brassan/Amupe)
Uma auditoria especial realizada pelo Tribunal de Contas na prefeitura de Gravatá, no Agreste de Pernambuco, no ano de 2014, identificou diversas irregularidades na contratação de empresa de engenharia e nas obras de recuperação e adequação funcional do Centro de Atenção Integral à Criança e ao Adolescente do município (CAIC).
Após análise, a Primeira Câmara do TCE, decidiu aplicar um débito, de forma solidária ao ex-prefeito Bruno Martiniano Lins e ao ex-secretário de Infraestrutura e Serviços de Gravatá, Marcus Tulius de Barros Souza, no valor de R$ 456 mil, e de multa individual aos gestores, no valor de R$ 22 mil.
Em agosto de 2015, após tomar conhecimento de que a licitação havia sido realizada e que a obra estava em fase de conclusão, o TCE deu início a uma nova auditoria especial no CAIC, que resultou na identificação de várias irregularidades, a saber, deficiências no projeto básico e no orçamento estimativo, pagamentos por serviços sem a devida comprovação e em quantitativos superiores aos efetivamente executados que resultaram em um prejuízo aos cofres municipais da ordem de R$ 456.513,07, e falta de fiscalização e acompanhamento das obras, dando margem aos danos apontados.
A atuação do TCE neste caso teve início em dezembro de 2013, após demanda de um cidadão, sobre o processo de Concorrência Pública nº 002/2013 realizado pela prefeitura de Gravatá para contratação dos serviços citados. A equipe técnica do Tribunal encontrou vários problemas no edital, sendo eles, direcionamento de contratação com cláusulas restritivas e orçamento estimativo insuficiente, que culminaram na expedição de uma Medida Cautelar suspendendo quaisquer medidas voltadas à execução das obras, até que as falhas fossem sanadas.
Ao longo do ano de 2014, a prefeitura lançou três novos editais com o mesmo objeto, que foram analisados pela equipe técnica, num extenso histórico de intervenções. Em todos eles o TCE encontrou falhas e alertou o município sobre a necessidade dos ajustes. No entanto, a prefeitura não apenas deixou de se pronunciar quanto aos alertas, como também deu continuidade ao procedimento de contratação, mantendo todas as deficiências no projeto básico e no orçamento estimativo das obras, sem adotar as recomendações feitas pela equipe de auditores.

terça-feira, 22 de agosto de 2017

Veículo Classic foi roubado agora em Taquaritinga

Um Corsa Classic foi roubado agora na Rua Henrique Pereira de Lucena, o veículo pertence a Bebeto da Tributação. Segundo informações a filha de Bebeto estava guardando o carro em sua garagem, quando chegaram dois elementos e tomaram o veículo de assalto e fugiram em direção ao Marília .

Resultado de imagem para corsa classic 2013

Dois integrantes de quadrilha que explodiu carro-forte são mortos e sete são presos, diz polícia



Por G1 PE
 
Polícia prende sete homens acusados de envolvimento em assalto a carro-forte
As buscas das polícias Civil e Militar pelos integrantes da quadrilha envolvida na explosão de um carro-forte na PE-365, em Santa Cruz da Baixa Verde, no Sertão de Pernambuco, resultaram na morte de dois deles e na prisão de outros sete homens. Os detalhes do crime, que ocorreu na sexta-feira (18), e da operação policial que o sucedeu foram divulgados em coletiva de imprensa no Recife nesta segunda-feira (21). (Veja vídeo acima)
O carro-forte seguia para Triunfo quando foi alcançado na rodovia estadual pelos bandidos, que utilizaram atiraram no veículo com armamento pesado e depois usaram explosivos para pegar o dinheiro. O motorista fugiu e a Polícia Militar chegou em seguida. A quadrilha ainda fez refém o motorista de um caminhão, que foi morto pelos bandidos.
“O Gati [Grupo de Apoio Tático Itinerante] e a Rocam [Ronda Ostensiva com Apoio de Motocicletas], ao se aproximarem do veículo, presenciaram esse momento triste em que tiraram a vida do refém”, contou o tenente Girley Figueiredo, do 14º Batalhão da Polícia Militar.
Espingardas, revólveres e fuzis foram apreendidos pela polícia (Foto: Divulgação/Polícia Militar)Espingardas, revólveres e fuzis foram apreendidos pela polícia (Foto: Divulgação/Polícia Militar)
Espingardas, revólveres e fuzis foram apreendidos pela polícia (Foto: Divulgação/Polícia Militar)
Durante a operação, a quadrilha entrou na caatinga. De acordo com a PM, durante a perseguição policial, o grupo reagiu e dois integrantes da quadrilha foram atingidos e morreram. Ao todo, sete homens foram presos. Todos são de Pernambuco, mas agiam em outros estados e já tinham passagem pela polícia.
“Nós fizemos os bloqueios em todas as rotas que poderiam ser utilizadas como fuga. Com o elemento que tombou, foram verificadas no aparelho celular dele algumas informações que nos levaram à prisão de dois elementos. Eles indicaram o local de refúgio deles. Quando chegamos esse local, na madrugada da sexta [18] para o sábado[19], um dos elementos que estavam lá reagiram à abordagem policial e foi almejado”, explicou o tenente-coronel Jamerson Pereira, do Batalhão Especial em Policiamento Interior (Bepi).
Entre os materiais apreendidos, estão quatro carros roubados, quatro fuzis, três espingardas, dois revólveres, explosivos e munição. “Nós tivemos, nesse curto espaço de tempo, a desarticulação de toda a organização criminosa e a apreensão de todo o material bélico. Eles foram autuados por organização criminosa, roubo qualificado, porte ilegal de arma de fogo com a qualificadora de arma de uso restrito das Forças Armadas”, afirmou o chefe da Polícia Civil de Pernambuco, Joselito Kehrle.


Educação Taquaritinga : Atitude Solidária dos Estudantes


A Semana do Estudante passou, mais ficou marcada na vida dos que fazem a Educação de Taquaritinga do Norte. Na Gincana do Estudante foram realizadas diversas atividades, e uma delas foi a arrecadação de alimentos para familias carentes do município, mais de 50 cestas básicas foram arrecadadas e distribuidas com as famílias.


 A imagem pode conter: 7 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas em pé


 A imagem pode conter: 3 pessoas, pessoas sorrindo, atividades ao ar livre

 A imagem pode conter: 3 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas em pé

Agora é oficial: Lei torna o brega expressão cultural de Pernambuco

Projeto começou a tramitar no Dia Estadual da Música Brega, em homenagem a Reginaldo Rossi. Foto: Facebook/Reprodução
Projeto começou a tramitar no Dia Estadual da Música Brega, em homenagem a Reginaldo Rossi. Foto: Facebook/Reprodução


[FOTO2] Aprovada em maio deste ano, a proposta lei que inclui o brega recifense como uma das expressões artísticas genuinamente pernambucanas foi publicada no Diário Oficial deste sábado (19). O projeto, aprovado por unanimidade em duas rodadas de votação na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), se torna lei com a oficialização, e o gênero passa a ter espaço garantido nas grades de de eventos financiados pelo executivo estadual, ao lado de artistas de outras expressões como o frevo, maracatu, coco, ciranda e cavalo marinho.

Quer receber notícias sobre cultura via WhatsApp? Mande uma mensagem com seu nome para (81) 99113-8273 e se cadastre

A Lei nº 16.044/2017, proposta pelo deputado Edilson Silva (PSOL), altera a legislação nº 14.679/2012, garantindo a preservação da manifestação brega como bem cultural do estado. O projeto nº 1176/2017, que deu origem à lei, começou a tramitar no dia 14 de fevereiro deste ano, data marcada como o Dia Estadual da Música Brega, em homenagem ao nascimento de Reginaldo Rossi. Na ocasião, a reunião contou com a presença das cantoras Priscila Senna, Carlinha Alves e Michele Melo e outros representantes do movimento brega.

Segundo Edilson Silva, a medida tem como objetivo proteger a expressão e fortalecer o movimento cultural e nasceu após a decisão da Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico do Estado (Fundarpe) de proibir a inclusão do gênero nos palcos do carnaval do estado deste ano. "O objetivo da lei original é estabelecer uma cota de participação dessas expressões dentro dos eventos e shows custeados pelos poder público estadual (Fundarpe, Empetur e SeCult-PE). Agora, com a aprovação, nós vamos para uma segunda fase desse debate, que é a inclusão dessas expressões dentro dos ciclos festivos da cultura pernambucana", comentou o deputado em entrevista ao Viver. De acordo com a Lei Estadual, artistas de expressões como o coco, afoxé, baião, caboclinhos, capoeira, forró e manguebeat - e agora o brega - têm uma cota de 60% nas grades de eventos custeados pelos estado.

Após a polêmica sobre a exclusão do brega dos palcos do carnaval deste ano, a Fundarpe e a Secretaria Estadual de Cultura alegaram, em nota, que rejeição do ritmo nos ciclos comemorativos - carnaval, São João e Natal - se deveria ao fato de que o brega "não é característico" desses períodos. Posicionamento que é contestado pelo parlamentar: "O governo do estado contrata, por exemplo, artistas do gênero pop. Nós temos que lutar por isonomia e contra a discriminação do brega por conta de uma suposta 'pornofonia' que seria inerente ao ritmo." 

Uma crítica à Lei 16.044/2017, realizada por setores da sociedade civil e legislativo, é de que a alteração estaria protegendo o teor machista presente em algumas letras de brega. "É preciso fazer essa separação. Não é por conta de um caso que todo o ritmo tem que ser excluído. Casos de machismo, homofobia e outras discriminações estão presentes em todas as expressões. Você vai encontrar isso em letras de Dona Selma do Coco, por exemplo, e nem por isso Dona Selma pode ser vetada", argumenta o deputado, lembrando que dentro da expressão brega existem diversas vertentes como a "tradicional" romântica, de nomes como Labaredas e Reginaldo Rossi, o brega moderno da Banda Torpedo e Musa, e, ainda, o brega-funk dos MCs.

"Historicamente, os ritmos que vêm da periferia são discriminados. Aconteceu com a capoeira, aconteceu com o rap, com Bezerra da Silva e está acontecendo com o funk. Isso porque as letras falam sobre violência, criminalidade e drogas, e este é o contexto em que a periferia está incluida", comentou, recordando que atualmente no Senado Federal tramita um projeto de lei que pretende criminalizar o funk carioca. Segundo Edilson, o próximo passo é se reunir com músicos e produtores representantes da cena brega recifense para instituir um debate para aprimorar a legislação de forma a fortalecer essa expressão.

segunda-feira, 21 de agosto de 2017

Pai, mãe e filho morrem após moto em que estavam bater em carro

Um acidente de trânsito na noite do sábado (19) deixou pai, mãe e o filho mortos na PE-218, em Terezinha, no Agreste de Pernambuco. De acordo com a Polícia Militar, um agricultor de 41 anos, uma doméstica de 40, e um menino de 3 anos vinham em uma motocicleta que colidiu com um carro de passeio. Com o impacto, as vítimas foram arremessadas para longe.
Ainda segundo informações da PM, o acidente aconteceu próximo a "Curva da Catarina". Quando a polícia chegou ao local, o carro foi encontrado abandonado na estrada e o motorista ainda não foi localizado. O caso foi apresentado na Delegacia de Plantão de Garanhuns e deverá ser investigado pela Polícia Civil de Terezinha.

Suspeito de fraude em concurso público é preso com ponto eletrônico, diz Sindasp


Suspeito foi levado para a delegacia juntamente com o material apreendido, em Caruaru (Foto: Divulgação/Sindasp)Suspeito foi levado para a delegacia juntamente com o material apreendido, em Caruaru (Foto: Divulgação/Sindasp)
Suspeito foi levado para a delegacia juntamente com o material apreendido, em Caruaru (Foto: Divulgação/Sindasp)
Um homem foi preso suspeito de tentar fraudar um concurso público para o cargo de agentes penitenciários no domingo (20) em Caruaru, Agreste. De acordo com o Sindicato dos Agentes Penitenciários de Pernambuco (Sindasp), com ele foi apreendido um ponto eletrônico e um receptor.
Por e-mail, a Secretaria Executiva de Ressocialização do estado (Seres) informou que os suspeitos foram presos após ação dos agentes penitenciários das gerências de Inteligência e Segurança Orgânica (Giso) e de Operações e Segurança (GOS).
Segundo o Sindasp, o candidato foi localizado em um centro universitário de Caruaru, onde a prova estava sendo aplicada. Ele foi levado para a Delegacia de Plantão da Polícia Civil do município, juntamente com o material apreendido.
No Recife, duas pessoas foram presas suspeitas do mesmo crime. Os três supostos criminosos devem passar por audiência de custódia nesta segunda-feira (21).