quarta-feira, 26 de abril de 2017

Greve geral cresce e deve parar transporte, escolas, bancos e indústria em todo o país

FERROVIASDOBRASIL.BLOGSPOT.COM.BR
greves
Cresce a perspectiva de que terminais de metrôs e ônibus amanheçam sem movimento nesta sexta (28)
 A três dois da greve geral contra a 'reforma' da Previdência, a 'reforma' trabalhista e a terceirização irrestrita, propostas pelo governo de Michel Temer (PMDB), dezenas de categorias de trabalhadores confirmam participação na paralisação de 28 de abril. O transporte coletivo por ônibus, metrô e trens será um dos setores com maior participação na mobilização, com paralisações já confirmadas na região metropolitana de São Paulo e mais 17 capitais. Bancários, urbanitários, servidores da saúde pública, professores, metalúrgicos e comerciários também confirmaram adesão à greve.
Resultado de imagem para greve geral 28 de abril
Em relação aos motoristas e cobradores de ônibus, as atividades vão ser paralisadas por 24 horas nas cidades do Rio de Janeiro, Brasília, Vitória, São Luís, Cuiabá, Campo Grande, Teresina, Natal, Recife, Belo Horizonte, Salvador, Curitiba, Porto Alegre, Rio Branco, Maceió, Manaus e Macapá.
Em São Paulo, 17 cidades da região metropolitana e toda a Baixada Santista vão ter o transporte coletivo paralisado, incluindo o sistema intermunicipal, executado pela Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos (EMTU). Guarulhos, Itaquaquecetuba, Arujá, Poá, Ferraz de Vasconcelos, Osasco, Ribeirão Pires, São Caetano, São Bernardo do Campo, Santo André, Diadema, Mauá, Rio Grande da Serra, Embu-Guaçu, São Lourenço da Serra, Itapecerica da Serra e Osasco são as cidades metropolitanas que já tiveram a greve aprovada em assembleias de trabalhadores.
Na capital paulista, o Sindicato dos Motoristas vai realizar assembleia nesta quarta-feira (26), às 16h. Mas o indicativo da categoria também é de adesão à greve por 24 horas. Os trabalhadores da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) das linhas 9-Esmeralda (Grajaú-Osasco) e 8-Diamante (Júlio Prestes-Itapevi) também realizam assembleia amanhã. Já as linhas 7-Rubi (Jundiaí-Luz), 10-Turquesa (Brás-Rio Grande da Serra), 11-Coral (Luz-Estudantes) e 12-Safira (Brás-Calmon Viana) aprovaram paralisação de 24 horas.
Os metroviários também vão cruzar os braços por 24 horas nas cidades de Brasília, Belo Horizonte, Teresina, Recife, Porto Alegre, Rio de Janeiro e São Paulo. Na capital paulista, as linhas 1-Azul, (Jabaquara-Tucuruvi), 2-Verde (Vila Madalena-Vila Prudente), 3-Vermelha (Corinthians/Itaquera-Palmeiras/Barra Funda), 5-Lilás (Capão Redondo-Adolfo Pinheiro) e 15-Prata (Vila Prudente-Oratório) ficarão paralisadas o dia todo, a partir da zero hora de sexta-feira.
Os professores da rede pública de Alagoas, Bahia, Brasília, Paraná, Pará, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Ceará, Amapá, Tocantins, Espírito Santo, Maranhão, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Sergipe e São Paulo (municipal e estadual) também vão parar na sexta-feira. Docentes da rede privada de Alagoas, Pernambuco, Piauí, São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais também aprovaram adesão à greve. O mesmo vale para professores das universidades federais e estaduais de todo o país.
Os estabelecimentos de saúde – hospitais, unidades básicas, prontos-socorros –, onde a paralisação não pode ser de 100% dos trabalhadores, vão funcionar com escala semelhante à de final de semana, priorizando o atendimento a emergências. Trabalhadores desse setor nos estados da Bahia, Ceará, Espírito Santo, Maranhão, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Roraima, Tocantins e São Paulo (inclusive na capital) vão parar.
Pilotos, copilotos e comissários de voo declararam estado de greve em assembleias realizadas na segunda-feira (24) em São Paulo, Campinas, Rio de Janeiro, Brasília e Porto Alegre. A categoria vai decidir na quinta-feira (27) se paralisa ou não as atividades. Já os aeroviários (funcionários que atuam no check-in, auxiliar de serviços gerais, mecânicos de pista, entre outros cargos) aprovaram a paralisação nacional de 24 horas nos aeroportos internacionais Franco Montoro, em Guarulhos, na Grande São Paulo, e Gilberto Freyre, em Pernambuco.
Também vão paralisar as atividades os bancários (em 22 estados), metalúrgicos (sete estados), comerciários (seis estados), eletricitários, químicos, petroleiros e trabalhadores de saneamento básico e dos Correios. Os servidores públicos das demais áreas, inclusive do Judiciário, vão ter paralisações em todas as capitais e dezenas de cidades médias. Trabalhadores do Porto de Santos também aprovaram a greve.
As propostas do governo Temer são rechaçadas pela maioria da população. Pesquisa Vox Populi divulgada no dia 13 indica que 93% dos brasileiros são contra a reforma da Previdência e 80% contra a terceirização.

IBGE abre concurso para mais de 24 mil vagas temporárias



censo_ibge_capacitacao_edit

Foram abertas desde a última segunda-feira, 24, as inscrições para o concurso do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O processo seletivo é para 24.984 vagas temporárias de níveis fundamental e médio. Os salários vão de R$ 1,6 mil a R$ 1,9 mil. A Fundação Getúlio Vargas (FGV) é a organizadora responsável pela seleção. As oportunidades são para atuar no Censo Agropecuário 2017. Do total das oportunidades, 5% são reservadas para pessoas com deficiência e 20% para negros. As vagas de nível médio são para agente censitário municipal (1.272) e agente censitário supervisor (4.867). Os postos de nível fundamental são para recenseador (18.845).

O salário será de R$ 1,9 mil para agente censitário municipal e de R$ 1,6 mil para agente censitário supervisor. Para recenseador, a remuneração será por produção, calculada por setor censitário, conforme taxa fixada e de conhecimento prévio pelo recenseador, com base nas quantidades de unidades de estabelecimentos agropecuários recenseados.As inscrições podem ser feitas das 14h do dia 24 de abril até 23 de maio pelo site www.fgv.br/fgvprojetos/concursos/ibge-pss. A taxa é de R$ 39,50 para nível médio e R$ 22 para nível fundamental.

No ato da inscrição, o candidato deverá manifestar sua opção de função e UF/Posto de Coleta ou UF/Área de Trabalho, conforme o caso, em que deseja concorrer à vaga, e também a UF/Posto de Coleta ou UF/Área de Trabalho onde realizará a prova.

A prova objetiva será aplicada em 16 de julho, das 13h às 17h. A previsão de duração do contrato é de até 7 meses para agente censitário municipal e agente censitário supervisor e de até 5 meses para a função de recenseador.(Agência Brasil)

Energia mais cara em Pernambuco a partir de sábado


195366,475,80,0,0,475,365,0,0,0,0

A tarifa para os consumidores da Companhia Energética de Pernambuco (Celpe) vai ficar mais cara a partir do próximo sábado, dia 29. A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) autorizou o reajuste de 8,85% para os 3,5 milhões de clientes do Estado. O índice da quarta revisão tarifária periódica da distribuidora foi aprovado há pouco em reunião pública, realizada pela Aneel.

A revisão tarifária periódica reposiciona as tarifas cobradas dos consumidores após analisar os custos eficientes e os investimentos prudentes para a prestação dos serviços de distribuição de energia elétrica, em intervalo médio de quatro anos. No detalhamento, as indústrias de alta tensão terão aumento médio de 4,85%. Ou seja, são aquelas empresas inseridas no grupo A1(>= 230 kV), A2 (de 88 a 138 kV), A3 (69 kV) e A4 (de 2,3 a 25 kV).Para a baixa tensão, a média engloba as classes B1 (Residencial e subclasse residencial baixa renda); B2 (Rural: subclasses, como agropecuária, cooperativa de eletrificação rural, indústria rural, serviço público de irrigação rural); B3 (Industrial, comercial, serviços e outras atividades, poder público, serviço público e consumo próprio); e B4 (Iluminação pública), cujo percentual médio a ser cobrado será de 7,62%.

Os resultados ultrapassaram as expectativas preliminares da Aneel, que havia antecipado que os consumidores residenciais teriam possível reajuste de 2,35% e os industriais, 1,28% de incremento. Mais um susto para o bolso do cliente.

CRAS desenvolve grupos de convivência e oficinas


È através das oficinas ofertadas pelo CRAS e nos centros de convivência (SCFV) que acontecem à inclusão social no nosso município de crianças, adolescentes, mulheres, idosos uma das ações fundamentais do governo municipal.



Além do atendimento diário e encaminhamentos dos usuários aos serviços assistenciais, o Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) do nosso Município, realiza ações com grupos de convivência e oficinas que promovem a integração social da família e da comunidade.

 A equipe acolhe, orienta e acompanha famílias e indivíduos em situação de vulnerabilidade social, pessoas com deficiência, idosos, crianças, pessoas inseridas no Cadastro Único e do Benefício de Prestação Continuada (BPC).

E para complementar o trabalho social com as famílias realizado pelo CRAS, há também o SCFV – Serviço de Convivência e fortalecimentos de vínculos que se localizam nas áreas de abrangência e vulnerabilidade social como: Silva de Baixo, Silva de Cima, Placas e Mateus Vieira.

Dedicação, aprendizado, fortalecimento de vínculos é o objetivo principal de todas as atividades realizadas nas oficinas de Ballet, artesanato, grupo de gestantes, teatro, dança e Futebol .

Grupo da melhor idade dália da serra através de trabalhos manuais sempre desenvolvendo coordenação motora e ativando a memória com idéias e resultados fantásticos.

GRUPO DE MELHOR IDADE



OFICINAS DE BALLET PARA AS CRIANÇAS



OFICINAS DE TEATRO 



OFICINAS DE FUTEBOL



Oficina de gestantes oferecido no Cras Beatriz Curvelo tem a finalidade do prazer de cada uma confeccionar o próprio enxoval com cada detalhe carinhoso para com seu filho.

OFICINAS COM AS GESTANTES

ATENDIMENTO DO BOLSA FAMÍLIA


ASCOM/PMTN
GOVERNO LERO CONSTRUINDO UMA NOVA HISTÓRIA

#prefeitolero
#governolero
#construindoumanovahistoria

terça-feira, 25 de abril de 2017

Secretário de articulação fala sobre os cem dias da gestão de Lero e faz duras críticas a oposição


No ultimo final de semana o secretário de articulação política, Batata, falou ao nosso Blog sobre os primeiros cem dias da gestão do prefeito Lero.

O secretário também não polpou críticas a oposição que segundo ele só sabe torcer pra tudo da errado em Taquaritinga. 

"O prefeito Lero vem fazendo um governo histórico, em cem dias entregou uma quadra em Pão de Açúcar, onde todo mundo pode jogar, fez a limpeza da barragem de mateus Vieira, cavou poços artesianos, colocou o hospital de volta pra ser referência fazendo cirurgias e colocando plantonistas todos os dias, levou saúde as comunidades da zona rural, instalou ares condicionados nas salas de aula e muitas outras obras em todas as áreas do governo", falou o secretário. 

Batata também falou das atitudes da oposição de Taquaritinga. "As únicas coisas que esse pessoal da oposição sabe fazer o endeusar um ex prefeito derrotado, e tentar fazer com que as coisas em nosso município der errado. Torceram contra o moto fest, colocaram gosto ruim na operação tapa buraco, vivem tentando dividir o grupo calabar, pra ver se tem chances de voltarem ao poder, mas o povo tem memória e lembra das perseguições do tempo deles, onde barraram uma vez em um desfile de 07 de setembro a banda do colégio CETEC, quem não lembra disso? quem não lembra que quando eles estavam no poder só jogava na quadra quem fosse do lado deles, onde chegaram até a barrar a Juventude o mais tradicional time de futebol de salão de Pão de Açúcar de participar de um torneio, hoje a quadra esta ai, pra todo mundo, o torneio que a prefeitura fez jogou quem quis, pra se ter uma ideia, o grupo político deles chegou até a barrar alunos de andarem no carro que na época levavam os alunos de Pão de Açúcar pra estudarem em Taquaritinga só porque não votavam no grupo deles, um desses alunos foi o amigo Milton Ivo, todo mundo lembra disso", disparou o secretário. 

Batata também falou sobre a insegurança que assola o país. "A insegurança esta demais,  mas é em todo país, aqui em nossa região toda cidade esta sofrendo, mas o prefeito tem buscado tentativas de solução para Taquaritinga, criou uma comitiva de prefeitos que é coberta pelo 24ª batalhão pra cobrar mais policiais do governo do estado, esta restaurando todo pátio de iluminação pública, o que inibe o bandido de atuar onde a iluminação é boa, conseguiu trazer de volta a viatura de Pão de Açúcar, sabemos que segurança é um deve de todos, mas é obrigação do estado. Agora eu desafio a oposição a mostrar uma ação pra melhorar a segurança, eles fazem parte da base do governador, mas preferem se calar em troca de favores pessoais, do que cobrar mais segurança ao governador" falou Batata.

Afiado como sempre, o ex vereador também falou das emendas parlamentares. "Nosso grupo conseguiu com Bruno Araújo, Diogo Moraes, Ricardo Teobaldo e Pastor Eurico quase três milhões de reais, que a população vai ser beneficiada a partir desse segundo semestre quando iniciarmos as obras de reforma do mercado de Pão de Açúcar, as obras da construção do PSF da Serrinha, asfalto em Taquaritinga, e a oposição? Me mostrem um centavo de emendas pedido por eles. Não tem. Eles querem ver tudo dar errado pra o povo sofrer e eles tentarem tomar o poder de volta, pra voltar a época das perseguições, como falei antes, preferem pedirem favores pessoais a pedir uma emenda para o povo de Taquaritinga, cadê Vinícius Labanca, Eduardo da Fonte, André de Paula, Augusto Coutinho, e ano que vem  já se comprometeram com Romário dias, porque eles não reivindicam alguma coisa pra nosso povo? ", falou o secretário.

Batata encerrou a conversa fazendo um desafio: "Eu desafio eles me mostrarem duas obras grandes no distrito de Pão de Açúcar de 1988 até 2000 e depois em 2007 e 2008 quando eles tiveram no poder, não tem", finalizou o secretário.

Grupo explode carros-fortes

Ainda não se sabe se alguém ficou ferido / Foto: Cortesia
Ainda não se sabe se alguém ficou ferido
Foto: Cortesia
JC Online

Bandidos explodiram dois carros-fortes na tarde desta terça-feira (25) em Petrolina, Sertão de Pernambuco. De acordo com informações do 5º Batalhão da Polícia Militar a investida ocorreu na avenida Honorato Viana, bairro de Gercino Coelho, Zona Oeste da cidade. Com a explosão, várias cédulas ficaram espalhadas pela rua.


Segundo testemunhas, durante a fuga os assaltantes trocaram tiros com a polícia. Ainda não se sabe se alguém ficou ferido.

Mais de 11,8 milhões ainda não entregaram declaração do Imposto de Renda


notas_real_50_2_de_1

A Receita Federal recebeu 16,5 milhões de declarações de Imposto de Renda até às 11h de ontem (24). A expectativa é que 28,3 milhões de contribuintes entreguem o documento. O prazo de entrega, que começou no dia 2 de março, vai até às 23h59min59s da próxima sexta-feira (28). A Receita alerta que os contribuintes que perderem o prazo estarão sujeitos ao pagamento de multa mínima de R$ 165,74 e máxima de 20% do imposto devido.

O programa gerador da declaração está disponível no site da Receita Federal. A declaração do Imposto de Renda é obrigatória para quem recebeu rendimentos tributáveis superiores a R$ 28.559,70 no ano passado. Neste ano, a declaração do Imposto de Renda teve uma série de mudanças. As principais são a redução da idade mínima –  de 14 para 12 anos – na apresentação do CPF (Cadastro de Pessoa Física) de dependentes e a incorporação do Receitanet, programa usado para transmitir a declaração ao programa gerador do documento.


Contra reformas de Temer, PSB põe cargos à disposição



Miguel-Fernando-Bezerra-Coelho-Filho-Fernando-Bezerra-Coelho

Folha de S.Paulo – Daniel Carvalho

O PSB decidiu na noite de ontem (24) se posicionar contra as reformas da Previdência, trabalhista e o principal ponto da política. Com isso, o partido caminha para se colocar na oposição ao governo Michel Temer. O pai do ministro de Minas e Energia, Fernando Filho, senador Fernando Bezerra Coelho (PSB-PE), disse que o cargo do filho está à disposição.

Caso o partido se coloque mesmo como oposição, o que aconteceria com a entrega do cargo, a base do governo Temer na Câmara perderá 35 integrantes, passando de 411 para 376. Para aprovar uma PEC (Proposta de Emenda à Constituição) como a da reforma da Previdência são necessários ao menos 308 votos.

“Nós não estamos no governo. É prudente o Palácio do Planalto começar a contabilizar votos a menos”, disse o vice-presidente de relações governamentais do PSB, Beto Albuquerque. “Ninguém que está neste governo é indicação do PSB. Quem tomou a decisão de estar lá tem que se resolver”, afirmou Albuquerque.

Governo Lero reativa Banda Marcial da Escola Gilzenete Guerra

Atendendo aos anseios dos alunos da escola Gilzenete Guerra e da população de Pão de Açúcar, a Prefeitura de Taquaritinga do Norte reativou a Banda Marcial Gilzenete Guerra. 



Foram adquiridos novos instrumentos como taró, caixa, surdo, fuzileiro e outros, com isso, a Banda Marcial Gilzenete Guerra ganha fôlego para sua volta. O instrutor também é do distrito, prestigiando assim profissionais da própria localidade. “Estamos construindo uma nova história em Taquaritinga, o prefeito nos procurou logo na primeira semana de seu governo e pediu para que a secretaria de educação tomasse as providências para reativação da banda da escola Gilzenete Guerra. As bandas marciais, além de fazer parte de nossa cultura, são fundamentais para a integração e harmonia dos alunos perante a população, além de mostrar um sentimento de dever cívico aos alunos. A banda faz parte da história do distrito de Pão de Açúcar, por isso o prefeito fez questão de reativar", falou Marcos Augusto secretário de educação.


O prefeito Lero ressaltou a importância da música no desenvolvimento das crianças e jovens. “A banda Gilzenete Guerra, além de fazer parte da história de Pão de Açúcar, tem o lado da música que sempre ressalta o fato de aprender e depois mostrar. Nosso governo vai resgatar tudo de bom que fez parte de nossa história, acredito no potencial dos alunos da escola Gilzenete Guerra, e sei que eles vão dar o melhor para resgatar com maestria e arte a nossa banda, pois acredito que a banda marcial é uma arte e é pra ser desenvolvida e demonstrada e não guardada, esquecida”, disse o prefeito. 


A banda já esta ensaiando para o desfile do dia 10 de maio, onde se comemora a emancipação política de Taquaritinga do Norte.

ASCOM/PMTN
GOVERNO LERO CONSTRUINDO UMA NOVA HISTÓRIA 

#prefeitolero
#governolero
#construindoumanovahistoria

Prefeito Lero visita comunidade de Mateus Vieira no último final de semana

O prefeito de Taquaritinga do Norte, Lero (PR), esteve no último final de semana visitando a comunidade de Mateus Vieira, onde irá concluir a obra da quadra de esportes daquela comunidade. Além da quadra, o prefeito visitou a escola da localidade.




Lero vem fazendo visitas as comunidades rurais nos finais de semana, para ouvir da população seus anseios e cobranças para fazer uma administração transparente e junto ao povo.  O cronograma  prevê finalizações para este ano das obras não concluídas no governo anterior.

"Logo no início de nosso governo, fizemos através da secretaria de obras um levantamento para concluirmos essas obras. Elas precisam ser melhoradas, não só na parte de embelezamento, mas em sua infraestrutura. A secretaria já fez esse levantamento com o engenheiro da prefeitura e agora estamos visitando todas elas, para até o final de nosso primeiro ano concluirmos essas obras paradas”, disse o prefeito.

Além da conclusão da quadra e da reforma do colégio, o prefeito anunciou a retomada do calçamento que vai do colégio até onde está sendo construída a quadra. A comunidade de Mateus Vieira em cem dias do governo Lero, já foi contemplada com a limpeza da barragem, instalação de ares condicionados nas salas de aula do colégio, e melhoramento das estradas. 


ASCOM/PMTN
GOVERNO LERO CONSTRUINDO UMA NOVA HISTÓRIA 

#prefeitolero
#governolero
#construindoumanovahistoria

segunda-feira, 24 de abril de 2017

Taquaritinga do Norte esteve representada no Fórum do EJA na cidade de Agrestina

 Taquaritinga do Norte esteve representada no Fórum do EJA na cidade de Agrestina, aonde na oportunidade foram tratados de temas como o aumento das turmas o incentivo para que os alunos além de estudar se profissionalizarem, e também foi abordado como está o andamento da Educação de Jovens e Adultos na região, quem representou Taquaritinga foi o Secretário de Educação e Cultura o Professor Marcos Augusto.



A imagem pode conter: 6 pessoas, pessoas em pé

A imagem pode conter: 22 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas sentadas, pessoas em pé e área interna

domingo, 23 de abril de 2017

Os perigos da droga em forma de doce


203779,475,80,0,0,475,365,0,0,0,0 

 

Elas parecem deliciosas guloseimas. O recheio, porém, pode dar uma “onda” nada agradável ao organismo, além de sua posse e consumo serem considerados ilegais. Os riscos da ingestão de doces à base de maconha, alertam especialistas, vão desde problemas de digestão, descontrole das funções cerebrais a alucinações. Nas ruas do Recife tem sido cada vez mais comum a venda de alimentos artesanais, como brownies e brigadeiros, tendo a droga como ingrediente principal. A comercialização dos chamados “brisadeiros” ou “brigajah”, feitas ao ar livre, são frequentes em bares, em portas de casas de show ou qualquer outro local com grande aglomeração de pessoas. A situação reflete, para a população, a necessidade de uma fiscalização para coibir a prática. Na avaliação do mestre em Ciência e Tecnologia de Alimento pela UFRPE e especialista em gastronomia alternativa, Rodrigo Rossetti, a situação pode soar como uma brincadeira inocente, mas não é. Ele explicou que, ao ingerir a maconha, a pessoa expõe o organismo a altos níveis de THC (tetra-hidrocanabinol), componente da planta responsável por seus efeitos. “Dependendo do metabolismo, a intoxicação pode durar dias. E não é só isso. Problemas a longo prazo também podem ocorrer. Comendo ou fumando, o THC ataca os neurônios. Na fase adulta, eles não se renovam e, com o passar do tempo, a capacidade de resposta rápida é perdida”, diz.

Prefeito Lero foi em busca de ações no IPA para beneficiar o homem do campo


Durante a tarde desta quarta-feira (19) o Prefeito Lero, esteve com o secretário de agricultura Zeca Coelho, o secretário de gestão Evilásio Araújo, a secretária de saúde Poliana Santana e com o coordenador do IPA (Instituto Agronômico de Pernambuco) em Taquaritinga Evandro Bezerra, onde estiveram na sede do IPA na capital pernambucana em busca de ações que vai beneficiar o município em especial o homem do campo. Os mesmos se reuniram com o diretor de extensão rural de Pernambuco Dr. Alberto Messias, para reivindicar as ações que tem sido notórias no governo de Lero nesses cem primeiros dias.

“A idéia que foi ir em busca de melhorias para o homem do campo, que vem sofrendo com uma seca enorme nos últimos anos e vem sofrendo com a cochonilha. Então nosso governo, sempre em busca de soluções para melhorar a vida da população, fomos até o IPA para solicitar ações como aração de terras, a distribuição de sementes, e a palma forrageira que é resistente a praga da cochonilha Como forma de melhorar a vida da população que vive na zona rural de Taquaritinga " falou o prefeito.

Além dessas ações conquistadas no Recife, o prefeito vem se preocupando com a zona rural, procurando revitalizar as estradas vicinais, levando saúde a toda população da zona rural e realizando a limpeza de poços, açudes barreiros e barragens.

Jerry Adriani morreu neste Domingo



O cantor Jerry Adriani, ídolo da Jovem Guarda, morreu neste domingo (23) no Rio de Janeiro. Ele enfrentava um câncer e esteva internado no Hospital Vitória, na Barra da Tijuca, Zona Oeste.

sábado, 22 de abril de 2017

Oito em cada 10 alunos dizem ficar ansiosos com provas


1145427_310261

Oito em cada dez estudantes brasileiros dizem sentir muita ansiedade em uma prova, mesmo quando estão preparados. Os dados fazem parte de um questionário, com foco no bem-estar de alunos de 15 anos, aplicado em 2015 pelo Programa Internacional de Avaliação de Estudantes (Pisa, na sigla em inglês) em 72 países e divulgado ontem pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE).

O Brasil é o segundo na proporção de estudantes que dizem ficar ansiosos durante as avaliações: 80,8% – atrás apenas da Costa Rica (com 81,2%). A taxa é bem superior à média dos países da OCDE, de 55,5%.

Continua…

A aluna do 1.º ano do ensino médio Rebecca Deslandes, de 15 anos fica ansiosa na hora de fazer provas. “Na minha turma, costumo ser uma das últimas a terminar.” Para evitar que isso prejudique seu desempenho acadêmico, ela se organiza para se concentrar nas disciplinas que tem mais dificuldade. Para especialistas, a cultura avaliativa das escolas brasileiras contribui para que o aluno fique pressionado e, portanto, ansioso.

O relatório também mostrou que 17,5% dos estudantes brasileiros disseram já ter sido alvo de algum tipo de bullying na escola. O porcentual é menor do que na maioria dos outros países (a média dos países foi de 18,7%). (Agência Estado)

Enem: candidato com 18 anos ou mais sem ensino médio não precisa ser treineiro



1-81

Estudantes com 18 anos ou mais que ainda não concluíram o ensino médio poderão usar a nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) para ingressar no ensino superior. No entanto, esse candidato precisa fazer um outro exame, a nível estadual ou municipal, para receber o certificado de conclusão da etapa de ensino.  Isso significa que, mesmo que ainda não tenha a certificação em mãos, não precisará se inscrever como treineiro no Enem. As inscrições para o exame estarão abertas de 8 a 19 de maio. O Enem 2017 será nos dias 5 e 12 de novembro.

Até o ano passado, estudantes com pelo menos 18 anos podiam se inscrever no Enem para obter a certificação do ensino médio. Caso obtivessem pelo menos 450 pontos em cada uma das áreas de conhecimento das provas e nota acima de 500 pontos na redação obtinham o “diploma”. Cerca de 11% dos inscritos conseguiam esse resultado anualmente e obtinham a certificação. A partir deste ano, com o fim da certificação, esses estudantes terão que recorrer a outros exames e o Enem passa a ser voltado para a seleção do ensino superior.

Pesquisa revela que machismo não é coisa só de homem


Levantamento feito pela Uninassau revela que, em determinadas situações, a mulher reproduz uma visão machista, mesmo sendo vítima desse comportamento
Jovem foi assediada e terminou perdendo o emprego. Pesquisa mostra que mulheres são as maiores vítimas de assédio sexual / Guga Matos/JC Imagem
Jovem foi assediada e terminou perdendo o emprego. Pesquisa mostra que mulheres são as maiores vítimas de assédio sexual
Guga Matos/JC Imagem
Ciara Carvalho
ciaracalves@gmail.com
Se depender da percepção que as pessoas têm de si, o machismo até parece ser um problema já superado pela sociedade. O Instituto de Pesquisa Uninassau foi às ruas do Recife e perguntou: “Você se considera uma pessoa machista?” A resposta impressiona. Apenas 10% dos homens e mulheres entrevistados se reconheceram nessa condição. Mas, entre a percepção e a realidade, há um longo caminho a ser trilhado. E a própria pesquisa traz dados reveladores, no sentido de mostrar situações cotidianas nas quais o machismo, de uma forma ou de outra, se revela. E o que é mais curioso: ele é compartilhado tanto na visão de homens quanto de mulheres.



Os pesquisadores propuseram frases para que os entrevistados se posicionassem contra ou a favor. Diante, por exemplo, da afirmação de que “existem mulheres que provocam o homem sexualmente de modo proposital”, 78% dos homens concordaram com a frase. O percentual entre as mulheres também foi alto: 72%. Na mesma linha, 49% dos homens ouvidos endossaram a frase “As mulheres não deveriam usar roupas curtas para apanhar os filhos na escola”. Entre as mulheres, a avaliação é praticamente a mesma: 45% disseram concordar com a afirmação. Quando o assunto é denúncia de assédio sexual, 39% dos homens concordam que as mulheres exageram na notificação. Essa é a mesma percepção para 30% das mulheres.

Outro dado que chama a atenção: para 54% dos homens consultados “as mulheres, às vezes, são responsáveis por fazer o homem perder a cabeça e ser agressivo”. Embora menor, o percentual de mulheres que pensam dessa forma ainda é alto: 43%. A prática de assédio é, para 45% dos homens, geralmente provocada pela própria mulher. Quase 30% das mulheres também concordaram com essa afirmação. A experiência de Aline Silveira, uma das fundadoras do Coletivo Mete a Colher, mostra que essa visão machista entre as mulheres é um traço cultural muito mais forte do que se imagina. “A gente recebe muitos depoimentos de mulheres que, mesmo sem perceber, reafirmam esse comportamento. Não é fácil desconstruir esse discurso, principalmente numa sociedade colonial, como a pernambucana”, diz.
Justamente por ser reflexo de uma forte construção cultural, o machismo precisa ser discutido desde cedo. E dentro de casa. Aline Silveira ressalta a importância, por exemplo, de que as novas gerações já sejam educadas de uma forma diferente, para que a questão de gênero seja tratada com igualdade e sem preconceito. “Fácil não é. A própria pesquisa mostra que as pessoas não se reconhecem machistas. É como o racismo. Ninguém abre a boca para dizer que é racista. Mas, na prática, a realidade é bem diferente do discurso.” Para a secretária estadual da Mulher, Silvia Cordeiro, os dados apontados pelo levantamento ajudam a colocar a sociedade diante dela própria. “As miudezas revelam as contradições. Isso é muito importante para avançarmos e enxergarmos o machismo como de fato ele é.”


A pesquisa detecta também avanços. Quando questionados sobre relacionamentos de mulheres maduras com homens mais jovens, 75% do universo masculino concordam que “não existe nada demais” nesse tipo de relação. Praticamente a mesma avaliação feita entre as mulheres (74%). Sobre a traição feminina durante o casamento, 57,9% das pessoas ouvidas afirmaram que o melhor a fazer é se separar. Quando a pergunta é sobre a traição masculina, o percentual é quase igual: 58%.

SEM DIREITO DE DIZER NÃO

Ainda muito jovem, Juliana (nome fictício) sentiu na pele o que é ser mulher num ambiente de trabalho machista. Com apenas 19 anos, em início de carreira, ela se viu bombardeada por mensagens telefônicas enviadas por companheiros de trabalho com quem ela não havia sequer compartilhado o número. Na fábrica, onde trabalhava, era considerado comum os chefes sempre emendarem elogios quanto à beleza em meio a conversas estritamente profissionais. Quando as reações da jovem foram ficando mais fortes, ela terminou sendo demitida. “Tenho certeza que minha demissão foi motivada pelo fato de eu não mais aceitar, tranquilamente, as cantadas e os flertes. Não nos é dada sequer a chance de se insurgir. É como se a gente não tivesse o direito de dizer não”, avalia.
Se entre os casos de assédio, a desigualdade é gritante, quando parte para a violência física, a situação é ainda mais grave. Nada menos que 72% das pessoas entrevistadas afirmaram conhecer mulheres que apanham do companheiro, seja marido ou namorado. Um dado que escancara uma questão urgente: precisamos falar (muito mais) de machismo.

sexta-feira, 21 de abril de 2017

Agente é flagrada beijando interno da Funase

As imagens viralizaram nas redes sociais esta semana / Foto: Reprodução/ WhatsApp
As imagens viralizaram nas redes sociais esta semana
Foto: Reprodução/ WhatsApp
JC Online

Uma agente da Fundação de Atendimento Socioeducativo (Funase) foi flagrada beijando um interno da unidade do Cabo de Santo Agostinho, no Grande Recife. As imagens do circuito de segurança do local mostram quando o adolescente - que veste uma regata branca, caminha em direção a mulher. Quando ele chega perto, os dois se beijam e entram em um cômodo, abraçados.


  

Resposta da Funase

Em nota, a Funase destacou que entende que essa não é uma postura profissional. A agente socioeducativa já foi identificada e encaminhada ao setor de Recursos Humanos da instituição, que vai cuidar da apuração do fato e responsabilização da agente.